Problemas com o envio de email pelo plugin Contact Form 7

Em algumas hospedagens, após algumas atualizações o plugin Contact Form 7 parou de funcionar corretamente, enviando os emails como deveria ser. Aparentemente se deve a um bloqueio a função mail() do PHP nessas hospedagens.

A forma que encontrei para continuar enviando emails por meio deste plugin foi adicionando mais um plugin à hospedagem. O WP-Mail-SMTP (http://wordpress.org/plugins/wp-mail-smtp/). Existe um aviso que o plugin não é atualizado a mais de dois anos, mas continua funcionando.

A instalação é simples como qualquer plugin wordpress, após a instalação basta configurar com os dados de smtp do seu domínio, os mesmos usados quando você configura sua conta de email em um aplicativo como o mail, outlook, entourage, etc.

É possível testar na própria página de configuração.

Se conhecer algum plugin mais atual qie p WP-Mail-SMTP ou algum que seja melhor que o Contact Form 7, mande sua sugestão!

Importar base de dados MySQL em localhost

O modo mais fácil de importar um arquivo .sql para o seu banco de dados sempre foi via PHPMyAdmin, entretanto com arquivos pesados sempre encontramos erros ou temos que subdividir os arquivos em importações menores, o que também gera problemas pois algumas tabelas que contém dependências ou chaves estrangeiras acusam diversos erros na importação.

Um modo mais simples que descobri recentemente é a partir de um comando muito simples no terminal mysql.

Pegue o seu arquivo .sql e salve em alguma pasta como desktop por exemplo, mas grave bem o caminho.

Acesse via terminal o seu banco de dados MySQL

mysql -u***** -p;

Crie o banco de dados que você importará o arquivo .sql

mysql > create database exemplo_xpto;

Abra a base de dados

mysql > use exemplo_xpto;

Faça a importação por meio do comando:

mysql > source /Users/meu-usuario/Desktop/arquivo.sql

Lembrando que o endereço /Users[…]/arquivo.sql deve ser substituído pelo caminho no seu computador.

Pronto, verifique se não houve nenhum erro e a sua base já está completamente funcional.

Caso você use o XAMPP, eu li algumas observações dizendo que o seu arquivo tem que obrigatoriamente estar na pasta bin, dentro da pasta XAMPP, mas isso eu não testei.

Esse exemplo serve para importações locais. Para fazer o caminho inverso continue usando os comandos já conhecidos:

#Exportar
mysqldump -u**** -p**** nomedobanco > nomedobanco.sql

#Exportar o banco com bzip2
mysqldump -u**** -p**** nomedobanco | bzip2 > nomedobanco.sql.bz2

#Exportar o banco com gzip
mysqldump -u**** -p**** nomedobanco | gzip > nomedobanco.sql.gz

#Importar  (.sql)
mysql -u**** -p**** nomedobanco < nomedobanco.sql

 Referência

http://www.alexweber.com.br/artigos/mysql-como-exportar-importar-backups-pelo-terminal

Erro [SymfonyComponentProcessExceptionRuntimeException] The process timed-out.

Após atualizar o Zend Framework 2.x e pedir update via composer.phar, eventualmente me deparava com a mensagem:

[SymfonyComponentProcessExceptionRuntimeException] 
 The process timed-out.

A culpa desse erro normalmente é relacionada à sua velocidade de conexão, mas eu acredito que tem mais relação com a disponibilidade do serviço, pois mesmo em uma conexão de 10MB em um domingo eu tive esse problema.

A forma mais fácil que encontrei é aumentando o timeout utilizando o seguinte comando:

COMPOSER_PROCESS_TIMEOUT=4000 php composer.phar update