Comandos de terminal que facilitam o trabalho via SSH

Quando se trabalha via SSH e você é o responsável por administrar a hospedagem, se faz necessário conhecer bem o Sistema Operacional afim de configurar corretamente os serviços.

Alguns comandos são imprescindíveis para manter o sistema atualizado e promover melhorias. Os comandos a seguir são baseados em Debian v.7.x

# Atualizar o SO
$ apt-get update
$ apt-get upgrade

# Instalar / remover pacotes
$ apt-get install nome_do_pacote
$ apt-get remove nome_do_pacote
$ apt-get remove --purge nome_do_pacote # remove e limpa
$ apt-get autoremove # limpa dependencias de pacote

# Verificar pacotes instalados
$ dpkg #lista todos os pacotes 
$ dpkg -l php* # lista os pacotes que iniciam com php

# Descompactar arquivo .tar.gz
$ tar xvf arquivo.tar.gz

# Montar arquivo ISO
$ sudo mount -t iso9660 -o loop /caminho/para/o/seu/arquivo.iso /media/cdrom/

A lista ainda é muito maior e conforme a necessidade irei atualizando, mas para o problema pontual de configurar a VM com os pacotes necessários para o seu trabalho, já é suficiente.

 

 

Testando o desempenho do servidor com ApacheBench – Benchmarking

Quando se produz uma aplicação/site e se iniciam os testes locais, normalmente tudo corre bem, pois somente uma pessoa está utilizando, a conexão local é rápida, você segue o roteiro que foi concebido como o roteiro lógico da sua aplicação e tudo dá certo.

Você então decide publicar e desencadeia uma série de reclamações com erros nunca vistos antes.

Tirando o fator “usuário” que é o mais recorrente para se quebrar uma aplicação, você talvez não contasse com o fator “servidor” onde sua hospedagem não consegue aguentar a quantidade de acessos e requisições e começa a quebrar sua página com diversos erros como timeout da aplicação, negação de serviço e até os erros 404 e 500.

Como esse problema é relacionado ao hardware e otimização do sistema, nem sempre é possível garantir os 100% de uptime do servidor, mas em muitos casos é possível detectar possíveis falhas antes de laçar o sistema.

Existem diversas soluções disponíveis no mercado, de acordo com o tipo de servidor usado. Neste post estou tratando somente do Apache.

Acesse o terminal via SSH e utilize o seguinte comando

ab -n 1000 -c 10 http://www.seusite.com.br/index.php

Nessa linha temos:

  • ab: nome do comando
  • n: número de requisições
  • c: requisições concorrentes

Para este exemplo pedimos para que sejam efetuadas 1000 requisições ao servidor sendo 10 ao mesmo tempo. Este é um exemplo mínimo, acesse o manual do apache para conhecer as outras opções de verificação.

O relatório exibido deve ser avaliado para que você saiba se a sua aplicação vai aguentar a quantidade de acessos. É com base nesse resultado que é possível até evitar um ataque DDos

Para mais informações acesse http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Testes-de-stress-no-Apache-com-o-comando-ab